Bases da ortografia portuguesa

Author: Guilherme Abreu
Published: 1885
Language: Portugues
Wordcount: 6,150 / 29 pg
Downloads: 1,887
Added to site: 2005.02.15
mnybks.net#: 9619
Origin: gutenberg.org
Genre: Non-fiction
Advertisement
Excerpt

enxaimel, enxame, enxúndia; rixa, roixo;_ etc. Cf. _d)_.

3.º Escrevem-se com s as sílabas cuja final é sibilante dura palatal e, esporádicamente, sibilante dura dental: _mas; basta; foste; démos, dêmos; bosques; português, portugueses_; etc. A etimolojia, o dialecto transmontano e as línguas conjéneres determinam a grafia s.

4.º Escrevem-se com s inicial, ou com ss entre vogais, as sílabas em que a sibilante dura é ou dental, ou supra-alveolar, conforme os dialectos: _saber, classe, diverso, sessão, conselho, sossêgo, sosségo_, etc. Determinação histórica e comparação.

5.º Escrevem-se com _ç_, ou com _c_(_e, i_), inicial as sílabas em que a sibilante é dental dura, e só é supra-alveolar nas partes do país onde não ha outra sibilante dura inicial: _peço, ciéncia, concelho, poço, doçura, preço, çapato, çarça, cárcere_, etc. Determinação histórica e comparação.

6.º Escrevem-se com s entre duas vogais (uma final da sílaba a que pertence a sibilante, outra f

Cover image for

Download


show mobile phone QR code

Donate a small amount via Paypal below or read about some other ways that you can support ManyBooks.