Canções

Canções

By

0
(0 Reviews)
Canções by António Tomás Boto

Published:

1921

Pages:

39

Downloads:

1,459

Share This

Canções

By

0
(0 Reviews)

Book Excerpt

mente, morria
Como um perfume no ar!

+X+

Quem é que abraça o meu corpo
Na penumbra do meu leito?
Quem é que beija o meu rosto,
Quem é que morde o meu peito?
Quem é que falla da morte,
Docemente, ao meu ouvido?

És tu, Senhor dos meus olhos,
E sempre no meu sentido.

+XI+

Tenho a certeza
De que entre nós tudo acabou.
Deixal-o!
Bemdita seja a tristesa!
--Não ha bem que sempre dure
E o meu bem pouco durou.

Não levantes os teus braços,
Para de novo cingir
A minha carne de seda;
--Vou deixar-te... vou partir.

E se um dia te lembrares,
Dos meus olhos côr de bronze
E do meu corpo franzino,
Acalma
A tua sensualidade,
Bebendo vinho e cantando
Os versos que te mandei
N'aquella tarde cinzenta...

Adeus!

Quem fica soffre bem sei;
Mas soffre mais quem se ausenta!...

+XII+

Mainak Dhar - A Sniper in a Mumbai Mall
FEATURED AUTHOR - Mainak Dhar wears many hats. He considers his most important job to be the best possible father and husband he can be. An alumnus of the Indian Institute of Management, Ahmedabad, his 'day job' is in a leadership role with a major multinational firm. A self-described 'cubicle dweller by day and writer by night', when he's not with his family or at work, he loves creating and sharing stories. He is the author of over a dozen books, some of which have been bestsellers in India and abroad… Read more