Amor de Perdição

Amor de Perdição
Memorias d'uma familia

By

4.3333333333333
(3 Reviews)
Amor de Perdição by Camilo Castelo Branco

Published:

1862

Pages:

181

Downloads:

6,361

Share This

Amor de Perdição
Memorias d'uma familia

By

4.3333333333333
(3 Reviews)

Book Excerpt

ura e o genio de seu bisavô Paulo Botelho Correia, o mais valente fidalgo que déra Traz-os-Montes.

Manoel, cada vez mais aterrado das arremettidas de Simão, sáe de Coimbra antes de ferias, e vai a Vizeu queixar-se, e pedir que lhe dê seu pae outro destino. D. Rita quer que seu filho seja cadete de cavallaria. De Vizeu parte para Bragança Manoel Botelho, e justifica-se nobre dos quatro costados para ser cadete.

No entanto Simão recolhe a Vizeu com os seus exames feitos e approvados. O pae maravilha-se do talento do filho, e desculpa-o da extravagancia por amor do talento. Pede-lhe explicações do seu mau viver com Manoel, e elle responde que seu irmão o quer forçar a viver monasticamente.

Os quinze annos de Simão tem apparencias de vinte. É forte de compleição; bello homem com as feições de sua mãe, e a corpolencia d'ella; mas de todo avêsso em genio. Na plebe de Vizeu é que elle escolhe amigos e companheiros. Se D. Rita lhe censura a indigna eleição que faz, Simão zomba das genealogias, e mórmente do

More books by Camilo Castelo Branco

(view all)

Readers reviews

5
4
3
2
1
4.3
Average from 3 Reviews
4.3333333333333
Write Review
Um dos melhores livros portugueses que já li, uma perola do romantismo, infelizmente já não é leccionado no secundário o que significa que vai cair um pouco no esquecimento pela juventude dos dias de hoje... (Não é que eles leiam os livros mas pelo menos ficam a conhecer os titulos lol)
Dele, dizia o Eça que até o nome escrevia mal, porque o escrevia com "i", eh eh eh. Quanto ao livro proprimanete dito, além da visão histórica que transmite das guerras liberais de XIX, é uma obra prima do romantismo português. Infelizmente muito mal apresentado e ensinado em Portugal.
Mark Whiteway - Epic Sci-Fi Adventure Featuring an Ancient Destructive Technology
FEATURED AUTHOR - Writing SciFi has been a long-held ambition for Mark Whiteway. As a kid, he read everything - H.G. Wells, Jules Verne, Robert Heinlein, etc., etc. At twelve years old, he wrote a novella. Following that, life intervened, and it was only in April '09 that Mark determined that he wanted to get back to writing. He had several ideas running around in his head for some time, of which the Lodestone concept was probably the strongest. As our Author of the Day, he tells us more about the trilogy.