Versos de Bulhão Pato

Versos de Bulhão Pato

By

0
(0 Reviews)
Versos de Bulhão Pato by Raymundo Antonio de Bulhão Pato

Published:

1862

Downloads:

419

Share This

Versos de Bulhão Pato

By

0
(0 Reviews)

Book Excerpt

de tal desvario!

E dizes tu que ao dever, Sacrificaste a existencia E sujeitaste o meu ser!!... Pois ha dever neste mundo, Que aos olhos da Providencia, Possa mais alto valer Do que aquelle amor profundo Que tu fizeste nascer?! ............................. .............................

Quando foi? vivo o momento, E quanto então nos cercava Existe em meu pensamento: Era á tarde; o firmamento, De nuvens se carregava, E nos fraguedos da costa O mar soturno quebrava.

Olhei-te, e vi nesse instante, Assumir o teu semblante, Aquella mesma expressão, Que de toda a natureza Fatal respirava então.

Pausada, lenta, glacial, A tua voz respondia, A tudo que eu proferia! E depois dos labios teus Desprendeste um frio adeus!

Cuidaste sacrificar A Deus em tua loucura, Sem ver que foste apagar A chamma d'essa ternura Que só elle pode dar, E te atreveste a tentar O poder do Creador, Na obra da creatura!

Ai de ti! mil vezes mais És tu d